Área do Paciente - Imunossupressão

Medicamentos Imunossupressores

Os imunossupressores são medicamentos que evitam a rejeição do órgão transplantado.


O nosso sistema imunológico reconhece, defende e protege o nosso organismo contra infecções, e rejeitam tudo o que é estranho, o órgão transplantado é visto pelo sistema imune como algo estranho não pertencente ao “seu organismo”. Por isso é de extrema importância o uso dos imunossupressores, que irá ajudar a “enfraquecer” o sistema imunológico para que este não rejeite o órgão.


Para o sucesso do seu transplante é importante que as medicações sejam tomadas da forma prescrita pelo seu médico, seguindo os horários e as orientações determinadas.


A dosagem deve ser exata, pois ao ingerir uma quantidade maior, o seu organismo pode ficar mais susceptível às infecções e a toxicidade, e ao ingerir uma quantidade menor o seu organismo poderá rejeitar o órgão transplantado.


Os impressos para aquisição dos imunossupressores são preenchidos pelo médico durante a internação hospitalar. Os medicamentos são retirados em locais específicos indicados pela equipe que o acompanha e são de responsabilidade do paciente/familiar. É importante que a medicação seja bem controlada para que não falte no uso diário. E devem ser retirados mensalmente mediante receituário médico.

Cuidado com as medicações:

  • Guardar todas as medicações em lugar fresco, arejado, longe do sol e do alcance das crianças.
  • Manter consigo a lista dos medicamentos que está tomando.
  • Tomar somente as medicações prescritas e autorizadas pelo seu médico e consultá-lo sempre que houver necessidade de utilizar outros medicamentos (vacinas, por exemplo).
  • Repor as medicações, para evitar que faltem, principalmente antes dos feriados prolongados.
  • Nunca aumentar ou diminuir a dose de uma medicação sem a clara orientação do seu médico.
  • Tomar as medicações nos mesmos horários para garantir uma regularidade nos intervalos.
  • Não tomar os imunossupressores antes das coletas de sangue para exames laboratoriais.

Estas são as medicações imunossupressoras geralmente utilizadas:

  • a) Ciclosporina - Sandimun Neoral®
  • b) Prednisona – Meticorten®
  • c) Tacrolimus – Prograf®
  • d) Micofenolato Mofetil – Cellcept®
  • e) Rapamuneâ – Sirolimus

Como toda medicação, os imunossupressores podem dar algum tipo de efeito colateral, se acontecer com você, não suspenda o uso, nem altere a dosagem, procure seu médico.
É importante adquirir o hábito de tomar a medicação, para isto você pode criar estratégias que irão ajudá-lo a não esquecer. Alguns pacientes utilizam o alarme do relógio, outros deixam bilhetes, lembtretes na porta da geladeira. Crie o seu, isto o ajudará!!!

Fonte: www.abto.org.br